Análise: Ferrari F150

A Ferrari é a primeira a apresentar seu carro para 2011; e como havia dito, agora uma análise rapidinha.

  • Designer

A equipe conta com um modelo não muito revolucionário este ano, apenas alguns “aperfeiçoamentos” no F10 do ano passado; mas para a equipe, o carro é totalmente “novo”. Esses novos designers foram remodelados pela equipe de Aldo Costa (diretor técnico da Ferrari).

Comparação F60, F10, F150

Há quem diga que o carro é parecido com o F60 de 2009, realmente, parecem. O Formato da barbatana do carro (agora não mais liga à asa traseira) lembra os traços do modelo de 2009; a parte traseira do carro nas laterais ganhou novas linhas; a Ferrari não quis permanecer com uma lateral robusta e empinada, favoreceu as linhas suaves, parecidas com as do F60.

Comparação frontal

o F150 de frente até que deu uma mudança considerável. As entradas de ar ficaram maiores, tanto superior quanto laterais; talvez, visando resolver o problema de super aquecimento dos motores do ano passado.

O bico em si é diferente, mas observando os traços, Aldo Costa apenas deu uma “levantada” nele; com certeza vendo a tendência da F1 a usar bicos altos, claro, parecidos com o RBR 06 do ano passado. O interessante é que o carro não continuou com a parte da frente ondulada, talvez a altura do bico não o permitiu.

A asa traseira também mudou, ganhou uma parte arredondada embaixo; e agora ela é móvel, só que até agora não consegui desvendar o mistérios de como ele vai se mover.

O motor da criança, V8 modelo 056

  • Pintura

A cor vermelha é praticamente a mesma do ano passado, apenas a tonalidade que muda alguma coisa, talvez o brilho, a nitidez ou intensidade. E como era de se esperar, o novo logo da equipe, estampado em bom tamanho no carro, “Scuderia Ferrari” e metade do maço de cigarros Marlboro atrás. E olhem só, ontem à noite recebi um e-mail da equipe dizendo, quando seria a apresentação, onde e tudo mais, e estava lá: “La apresentazione dela nuova monoposto dela Scuderia Ferrari Marlboro”; com certeza a Marlboro está na parada.

E também , em homenagem ou 150 anos da unificação da Itália, a parte de trás da asa traseira forma a bandeira italiana – com o verde, branco e vermelho – e na lateral duas bandeiras da Itália com os anos de 1861-2011.

Uma análise rapidinha, espero que tenham gostado.

Anúncios

5 comentários em “Análise: Ferrari F150

  1. Diego, eu sempre digo que se uma coisa precisa de muita analise é porque tem algo errado.

    Para mim a Ferrari lançou o mesmo carro e só para termos de ouvir mais um discurso político do safado do Monte…

  2. gostei do novo carro. realmente lembra alguns traços do de 2009, mas que se mostrou extremamente lento. Apesar disso, acredita que esse carro venha muito forte para brigar por vitórias e pelo título. A Ferrari se dedicou bastante nesse projeto. Será que poderemos estar vendo o carro do campeão de 2011? Seria Felipe?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s