Triste Realidade

Infelizmente, automobilismo é assim: Se um piloto parasse para pensar o tamanho risco que é, ele entrar em um carro, a mais de 200 KM/h, poder bater em alguma coisa e se ferir, ele nunca entraria em um carro de corrida.

Ontem ocorreu a etapa da Copa Montana 2011 no circuito de Interlagos em São Paulo. Sob chuva intensa, os pilotos tiveram um grande duelo para permanecerem na pista. Entretanto, nem todos conseguiram; o piloto Gustavo Sonderman, que corre na categoria, sofreu um gravíssimo acidente na “Curva do Café” (curva que antecede a reta em Interlagos) seu carro bateu em ambos os lados da pista e acertou outro carro que passava. Hoje foi declarado o falecimento do piloto, com morte cerebral. Acompanhe o vídeo:

Há alguns anos morreu o piloto Rafael Sperafico, que concidentemente foi um acidente parecido com o de Sonderman; e em 2003 Alonso e Webber escaparam por pouco.

Situação do carro de Alonso, após o acidente no Café o qual escapou por pouco

Bem, isso tudo mostra mais que já passou da hora, de Interlagos passar por uma mudança. Se isso acontece na F1, o GP do Brasil estaria em sérios riscos; é preciso morrer alguém (de novo) para perceberem que é preciso mudar já. Além da reforma mais que urgente na área dos boxes e paddock, acrescenta essa da pista agora.

É assim que ficam todos os blogueiros e profissionais do automobilismo: indignados com as situações. Fica aqui, o nosso manifesto!

Anúncios

5 comentários em “Triste Realidade

  1. Não Diego, não é a curva que está errada, não… A coisa é mais complexa, havia um pé d´agua muito forte até para carros de passeio. Não havia visibilidade. E pior dos piores, o hans de Gustavo estava “frouxo”.

    O autódromo e a curva estão lá há muitos anos e este é apenas o segundo acidente fatal com carros.

    Não vamos culpar quem não tem culpa.

    1. Claro Ron, a “curva” não tem culpa nenhuma Se fosse assim, nãe eramos para ter Parabólica, a Eau Rouge, entre outras curvas “emocionantes” no mundo do automobilsomo.
      A questão são as condições que se encontram aquele trecho da pista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s