A transmissão da F1 no Brasil

Neste final de semana está acontecendo em São Paulo, a etapa da “Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé”, a corrida da F-Indy no Brasil, no circuito do Anhembi. Um evento de reconhecimento, que veio para o Brasil, graças à grande influência da Rede Bandeirantes de Televisão, que transmite há alguns anos, a categoria mais importante dos EUA.

A Band não mede esforços, e está transmitindo todas as atividades da prova; não só os eventos propriamente ditos, mas também flash das categorias preliminares e algumas reportagens, serão quase 24 h de transmissão ao vivo no ar! Ao menos a etapa do Brasil tem essa cobertura na Band.

Claro que a categoria automobilística mais importante do mundo é a F1, e ela também é transmitida no Brasil. A Rede Globo, há mais de 30 anos, tem os direitos de transmitir em sua programação a F1. Os “pioneiros” dessa longa parceria são, claro, o narrador Galvão Bueno, e o comentarista Reginaldo Leme, que estão no ar desde o início da F1 no Brasil. Em algumas ocasiões, Band e outras emissoras, tiveram o privilégio de ter a F1 no ar em seus canais.

No início do ano, surgiu o boato de que a Rede Record estaria interessada em comprar os direitos da Globo, e transmitir a F1 em seu canal. A início, particularmente, fui totalmente contra, alegando que seria muito ruim a F1 sem o Galvão e o Reginaldo; mas parei para pensar, e comecei a gostar da ideia de terminar com essa “ditadura” da Globo com a F1.

A F1 na Globo, mesmo sendo a emissora com direitos exclusivos da marca, não têm muito espaço, são sometes breves comentários e lembretes. Além do mais, a transmissão em si, é muito “pobre”: a cobertura começa uns 5 minutos antes da classificação e da corrida, e assim que acaba a classificação, e assim que abrem o champanhe na corrida, a cobertura é finalizada. Mas há quem diga: “eles só podem passar isso”; mesmo o Bernie sendo um magnata, e um “pão duro”, ele não iria cobrar um bom preço, por uma cobertura ruim; a Globo tem sim, todos os direitos das transmissões, desde os treinos de sexta feira (que acho que nunca foram ao ar), até a coletiva com os três primeiros colocados depois da classificação e da corrida.

Não tenho a menor dúvida, de que se a Record passar a cobrir a F1, nos finais de semana de GP, grande parte da sua programação será a F1. Quem se lembra dos Jogos de Inverno ano passado, em Vancouver? A Record transmitia todos os eventos, sem se importar com os outros programas, por quê? Porque foi a única a ter todos os direitos, e não deu mole, e aproveitou a exclusividade; e será o mesmo com os jogos Pan-americanos no final deste ano, e com as Olimpíadas ano que vêm.

Não custa nada, a “maior” rede de televisão do Brasil, arrumar uns 20 minutos antes de cada evento da F1, e ser dedicado à categoria, tem que fazer valer a pena, os milhões investidos na transmissão. Tenho dados de 2008, que são de US$ 12 milhões por temporada, isso 3 anos atrás. E ano passado, a Rede Globo renovou seu contrato com a FOM, que se estende até o final de 2014, talvez com novos valores.

E outra, o pessoal já está cansado de ver e ouvir os tantos erros dos comentaristas, e às vezes os erros geram até pequenas “discussões” durante as transmissões, uma vergonha total. Claro que Reginaldo Leme, Galvão Bueno, e o “coadjuvante” Luciano Burti, têm conhecimento e experiência para serem respeitados, mas seus comentários, às vezes, não têm ligação com o que está acontecendo durante os GP’s.

O engrado é que a SporTv, canal “subsidiária” da Globo, e canal somente por TV a cabo, transmite os treinos livres. É uma questão de lógica, todos têm TV aberta no Brasil, e são poucas as pessoas com TV a cabo, (nesse caso a Sky); pode ser lucro da Globo transmitir os treinos livres, mas há chances do “Mais Você” ter mais audiência; mesmo assim, serão somente algumas sextas-feiras.

Tenho algumas corridas da “Era Senna”, e o nível de comentário do Galvão e do Reginaldo são totalmente diferentes e melhores. Comparada com outros países, a transmissão no Brasil perde feio! Gosto muito da Fuji TV, suas aberturas sempre foram sensacionais, ainda mais a música.

Talvez não seja preciso a Globo perder, para começar a dar valor; mas com certeza é uma missão quase impossível mudar esse “cardápio” da F1 na Rede Globo.

Anúncios

5 comentários em “A transmissão da F1 no Brasil

  1. Entendo seu pensamento em relação à Globo. Também não concordo com o espaço que é destinado à F1 na principal emissora de TV do país, mas infelizmente a F1 não tem a mesma visibilidade no Brasil que tem em outros países, até mesmo no Japão, onde nenhum piloto sequer ganhou um título ou corrida.

    Depois de ver as lambanças da transmissão da Band no GP de São Paulo da Indy, espero realmente que a Globo possa continuar a transmitir a categoria, já que se passasse para a record, a F1 seria de vez esquecida no Brasil.

  2. A globo é a melhor Galvao bueno apesar de chato e um bom locutor. vc ja imaginou assistir um gp na Record nao tem nem locutor la que entende algo de f1

  3. Entendo sua colocaçao, mas infelizmente, NÓS BRASILEIROS ainda temos esse costume empirico de servidao…E ainda mantemos as caracteristicas de quando fomos colonizados…Sabe qual a diferença do Brasil com o continente africano? o tamanho e a safadeza nossa…Os países africanos sao pobres e famintos, por um unico motivo, o clima e o relevo influencia em tudo…E no Brasil, qual a desculpa, nenhuma, aqui prevalesce a lei dos mais espertos e esses mais espertos sabem que é mais facil enriquecer as custas dos quem tem pouco ou dos que nao tem nada, pois esse é mais facil de enganar, por N motivos…Quando vc acha que uma lei esta sendo criada para favorecer os menos favorecidos, engana-se, tem maracutaia implicita ai…Um exemplo, contratei 20 aulas/hora pratica de moto na auto escola, como exige a lei, queria comprar mais aulas, mas eles nao quiseram vender, pq?…Qdo passei nos exames iniciais e fui marcar as aulas praticas, descobri que a aula nao durava 1 hora e sim 50 minutos, descobri que os 50 minutos começava a contar da porta da auto escola e nao no local de treino no detran, descobri que demora 20 minutos pra chegar no detran, descobri que a aula termina 20 minutos antes do prazo…Resumindo, se eu for fazer uma aula por dia, minha aula propriamente dita, será de no maximo 15 minutos praticando na moto, POR ISSO ELES MARCAM 2 aulas seguidas, dai vc consegue fazer um pouco menos que 1 aula e sai de lá, “satisfeito”…eu tenho moto e carro para praticar em casa, por fora….e quem nao tem? Será reprovado e pagará as aulas avulsas caríssimas as auto escolas ou será aprovado sem os devidos conhecimentos, pq quem pensou na lei de 20 horas, pensou como o minimo para se formar um piloto, E NAO EM 8 HORAS QUE É A REALIDADE, logo essa lei, só serviu para desvaziar um bolso e encher outros…ESTA AI, UM EXEMPLO BÁSICO DE COLONIA DE EXPLORAÇAO, SOB AS VISTAS DA COROA/AUTORIDADE…Por isso, é com extremo pesar que digo, que estamos a uns 100 anos atrás dos paises desenvolvidos e essa distancia aumentará se continuarmos aceitando e com o pensamento de colonia de exploraçao e com o cerebro de crocodilo que esquece tudo facil…Esse é um exemplo de outros infinitos q esta no nosso dia a dia

  4. So louco daria os direitos de trasmissao de um evento mundialmente importante pra tv record que nao tem gabarito nem profissionais com capacidade de transmitir um evento tao importante pro mundo altomobilistico.Que tal vcs trasmitirem o campeonato mundial de carrinhos de bate bate,kkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s