Reprise “A verdadeira Páscoa”

Ultimamente o blog tem sido alvo de muitas visitas. O motivo: um post meu feito ano passado sobre o verdadeiro significado da Páscoa! Semana passada foram mais de 200 acessos só nesse post! Tudo isso para honra e glória do nosso Deus, que tem me dado a oportunidade de falar da tua palavra. Fiquem então com uma “reprise revisada” do post:

A verdadeira Páscoa

Em um mundo tão capitalista, e onde vivem os mais fortes, quase todas as datas comemorativas ganharam um “charme” de capital; é isso no Natal, Ano novo, Dia das Mães e dos Namorados. Consequentemente, a Páscoa não seria diferente. Ovos de chocolate e todos os derivados do mesmo fazem festa nessa época. Mas afinal, o que é a Páscoa? Seria a ressurreição de Cristo como se é comemorada no Brasil? Vou tratar desse assunto.

Como o Brasil é um país cristão, a Páscoa chegou até aqui, como o dia em que Jesus ressuscitou dos mortos. Mas pegando a Bíblia, e analisando ela, a verdadeira Páscoa já era comemorada muito antes de Jesus vir ao mundo; mas como assim Diego? A Páscoa em que se é comemorada no antigo testamento, é referente à libertação do povo hebreu, das mãos dos egípcios; conhecida também, como festa dos pães sem fermento.

http://alexandremilhoranza.files.wordpress.com/2010/09/exodo.jpg?w=600

Este dia será um memorial que vocês e todos os seus descendentes o comemorarão como festa ao Senhor. Comemorem-no como decreto perpétuo. Êxodo 12:14

Celebrem a festa dos pães sem fermento, porque foi nesse mesmo dia que eu tirei os exércitos de vocês do Egito. Celebrem esse dia como decreto perpétuo por todas as suas gerações. Êxodo 12:17

Mas agora, o que nós temos a ver com os israelitas? Quem é cristão e segue os mandamentos do filho de Deus, tem um judeu que “mora dentro dele”; a essência de Jesus está dentro de cada servo dele. Trazendo essa ideia para nossas vidas, a Páscoa deve ser comemorada como um dia de libertação, Deus já nos libertou das mãos dos inimigos, por isso celebremos com júbilo ao Senhor. Até o próprio Jesus Cristo celebrou a Páscoa:

No primeiro dia da festa dos pães sem fermento, os discípulos dirigiram-se a Jesus e lhe perguntaram: “Onde queres que preparemos a refeição da Páscoa?” Mateus 26:12

Continuando a leitura de Mateus, Jesus morre logo no capítulo 27. E como Jesus morreu logo na época da comemoração da Páscoa, a “nova ideia” que ficou (“para os desinformados”), é a que todos conhecem hoje, a da ressurreição de Cristo, a comemoração da Páscoa. Já que todos já foram libertos da servidão (no Êxodo), nada melhor do que comemorar a nossa libertação, e a ressurreição do nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo.

E o Brasil sendo um país cristão, e se seguíssemos “ao pé da letra” a tradição judaica, ao invés de dar ovos de chocolate às pessoas, deveríamos dar pães sem fermento! Pois é!

https://teamtrindade.files.wordpress.com/2011/04/festa-pascoa-jesus.jpg?w=266

Mas em Jesus somos mais que vencedores! Feliz Páscoa para todos!
Anúncios

A seara é grande, mas pouco são os ceifadores

Deu-me uma vontade tremenda de fazer um post diferente hoje! Não adianta nada eu ter um blog, e o usar só para falar sobre F1, F1, F1; não. É bom o aproveitar para postar realmente o que nós, meros seres humanos, precisamos saber, para se aplicar em nossas vidas. Continuar lendo “A seara é grande, mas pouco são os ceifadores”

Do mito ao pensamento

Semana passada fiz minha prova de Filosfia, e meu novo professor tem um jeito bem legal de se trabalhar; ainda mais com uma “tese” que ele tem de “avaliar” os alunos, coisa que resolvemos chamar de “a história do copo”, coisa que não vem ao caso. Mas produzi um texto, e achai bem interessante, por isso coloco a vocês, e esperem que gostem.

 Na verdade, sempre que o ser humano não conhece alguma coisa, ele passa a criar, a inventar a “desvendar” mitologicamente essas coisas desconhecidas.

 É a mesma coisa, quando nas grandes navegações, havia ideias de monstros gigantes, buracos sem fundo; mas isso acabou, quando a realidade veio, e todos viram que não havia nada de “monstruoso”.

 Sempre imaginamos, pensamos como pode ser aquilo que não conhecemos. Pois também é muito fácil inventar, do que desvendar realmente certas situações.

  Mas ainda bem, que há quem queira, e saiba que é capaz de mostrar a realidade; não mostrando quem está certo e quem está errado, mas sim, mostrar a verdadeira verdade.

 A nossa liberdade de expressão, é uma coisa sobrenatural em nossas vidas; ninguém pode tirar esse nosso direito. Agora, é diferente poder opinar (ter uma posição) e criticar, do que discriminar; podemos ter uma ideia, e debater ela com outra pessoa que tenha um pensamento diferente, só tenho que respeitar a decisão da outra pessoa.

 O que tem atrapalhado muito a humanidade nos dias atuais é a falta da conscientização das pessoas, de que elas tem que ter pensamentos, posições e opiniões. Muitos acham que são de um jeito, e morreram desse jeito; as pessoas se acomodam, falam “está bom assim”, ou, “melhor estraga”; que pensamentos ignorantes, todos somos capazes e devemos ser melhores, e dar o nosso melhor em tudo o que fizermos.

 As “ideias feitas” ou “prontas” atrapalham nossas vidas, nos limitam, e nos fazem pessoas acomodadas. Nada melhor que ter o direito de pensar, e pensar.

Palavras com Sabedoria

Até o tolo, quando se cala, é reputado por sábio; e o que cerra os seus lábios é tido por entendido. Provérbios 17 : 28


Às vezes deixamos muito a desejar em nossas palavras, às vezes magoamos as pessoas por não saber falar, ou dizer alguma coisa. Usamos palavra duras e fortes; mas há momentos de nos calar, pois até o tolo quando se cala, se torna sábio.

  • Devemos medir nossas palavras antes de falá-las.

Os lábios mentirosos são abomináveis ao SENHOR, mas os que agem fielmente são o seu deleite. Provérbios 12 : 22

  • Independentemente de qualquer coisas, da nossa boca se deve sair somente a verdade, e saber falá-la, falar de um jeito onde não se exponha a pessoa, mas não deixa a verdade de lado.

Desvia-te do homem insensato, porque nele não acharás lábios de conhecimento. Provérbios 14 : 7

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Salmo 1 : 1

Às vezes, as pessoas perdem tempo com quem não tem o verdadeiro conhecimento para lhes passar. Ficam com conversas fiadas, sem pé e sem cabeça, e ainda vão na ideia de pessoas que nem sabem o que falam.

E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi, e entendei:

O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem. Mateus 15 : 10 – 11

  • São certas coisa que falamos, que nos deixa impuros, que nos mata. Devemos tomar cuidado com o que falamos, e como falamos.